http-equiv=’refresh’ content=’0; Boulevard of Ideas: BBB, o programa que todos amam odiar

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

BBB, o programa que todos amam odiar



Olá,

primeiramente gostaria de agradecer o comentário do Flávio (psicossomática do ser) sobre o filme "O mundo imaginário do Dr Parnassus" que foi bem esclarecedor. Eu de fato tinha entendido o filme, mas não com tanta clareza quanto ele me fez enxergar. Obrigada pela participação! Adoro comentários (de modo geral), mas principalmente os construtivos ;D Aliás, vou agradecer a todos que comentam (p/ vcs ñ ficarem com ciúmes hahaha) pq eu smp fico feliz em saber que vcs leem e se dão ao trabalho de deixar suas impressões. Adoro a tecnologia e a interatividade que ela traz hehehehe

Agora vamos ao assunto do post...


Janeiro é temporada de Big Brother Brasil e aquele bando de gente chata começa a pipocar na internet p/ criticar e encher o saco de quem assiste, então resolvi escrever um texto sobre isso pq eu assisto ao BBB e já tô cansada de ouvir "Não acredito que uma menina inteligente como vc assiste a esse programa", obrigada pelo elogio, mas eu assisto o que eu quiser e não quero nem saber se vc acha isso bom ou não xD

Então vamos lá:

Em primeiro lugar, quem foi que disse que BBB era programa cultural p/ depois vir um monte de malas dizer que BBB não é cultural nem educativo? Sinceramente não me lembro de terem mencionado que esse era o objetivo do programa quando ele foi ao ar, porque realmente não é.

BBB é entretenimento. Ninguém assiste a esse programa p/ aprender alguma coisa. A gente assiste porque quer ver intriga, barraco, gente diferente, provas, festas e porque depois de um longo dia de trabalho, tudo que o brasileiro quer é relaxar e se distrair com alguma coisa.

Não é todo mundo que tem TV a cabo, então a alta audiência do programa deve-se também a falta de opção. Sim, porque o que está passando nos outros canais da tv aberta não fica muito longe...

Os “pseudo-intelectualóides” amam criticar o BBB, mas para você criticar, no mínimo você tem que ter assistido algumas vezes para dar uma opinião fundamentada. Se você assistiu e odiou, beleza. Realmente ninguém é obrigado a gostar, mas respeite quem goste.

As pessoas gostam de falar que “BBB é programa para gente burra”, mas não acho que assistir ao futebol religiosamente, xingar, brigar e até matar porque o time perdeu seja lá uma atitude muito inteligente ou racional e olha que futebol é paixão nacional (e irracional)!

Quanto a baixaria do programa é uma grande hipocrisia. No BBB não há nada que ninguém não tenha visto numa novela, num filme ou até na pracinha em frente a sua casa. Então aos pais que acham que isso não é programa apropriado para os filhos eu entendo e respeito (até porque não sou mãe), mas não adianta tentar tampar o sol com a peneira porque isso será (se já não é) a realidade do seu filho um dia. Sim, aceite que seu filho vai ficar, transar, beber e brigar porque é isso que (quase) todo mundo faz.

O que é alarmante são as pessoas que só se interessam por esse tipo de programa e não sabem falar de outra coisa. Assistir ao programa depois da novela, ok. Porém se você não tem noção do que está acontecendo no mundo porque fica vendo o pay-per-view o dia inteiro, aí sim seu caso é preocupante.

É isso o que eu acho, e vcs? Concordam, discordam ou não tão nem aí? heheheh

Bjs

4 comentários:

  1. Me sinto bem acreditando na velha máxima "viva e deixe viver" no meio dessa discussão eterna do "gosto ou não gosto".

    Particularmente eu não curto Big Brother, não vejo nenhum mérito no programa em nenhum sentido. Mas a minha resposta a isso restringe-se a desligar a TV (quando ela está ligada, o que é raro) e ir fazer outra coisa. E fiquem à vontade todas as pessoas que quiserem assistir, continuarão sendo queridas.

    O novo layout é em homenagem ao Carnaval ou mudou mesmo? =D

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Bom, sempre assisti ao BBB. Confesso que, o atual, não tem tido minha audiência, talvez devido à minha vida agitada que não me permite assistir muita TV à noite. Porém, concordo com tudo o que disse. É entretenimento,e a Globo não é o Canal Futura (por mais que pudesse ser). Logo, a massa quer se ver retratada, quer ver em uma novela ou BBB situações do seu cotidiano, ou que gostariam que fizesse parte do seu cotidiano. Querendo ou não, o programa é sucesso. E temos que lembrar que os que estão lá dentro são seres humanos e não devem ser inferiorizados por serem BBB's. Eles estão, assim como todos nós, buscando uma vida melhor e tentando realizar seus sonhos. Beijos

    ResponderExcluir
  3. Assiti a tds as outras edições do programa, sempre torci e tinha meu favorito...mas não sei porquê essa edição ainda não me chamou a atenção, acho que depois de 10 anos cansei, não sei ahuahuah claro que ainda vejo algumas partes pelos caras lindos e tal, mas não é mesma coisa de quando eu torcia pro Alemão ahuauahuah
    também não gosto dessa gente chata que se acha superior falando mal do bbb, dv ser mt falta do q fazer ficar falando mal do que os outros assistem, tem tanto programa ruim na tv e ninguem fala nd... cada um tem um gosto diferente e se diverte se formas diferentes!
    ótimo post! hauhauah
    bjss

    ResponderExcluir
  4. Concordo, Mari. Eu sou uma dos quatro ou cinco brasileiros que não assistem o BBB. Acho que é um programa que não me acrescenta nada, mas acho muito importante não rotular quem assiste ou participa do BBB de burros ou sem cultura. Acho que quem assiste deve ter um bom motivo para isso, e cabe a todos respeitar.

    Bem carnavalesco o novo visual, hein Mari! heheh
    Beijos!

    ResponderExcluir