http-equiv=’refresh’ content=’0; Boulevard of Ideas: Novas Séries

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Novas Séries

Olá,

embora minhas férias acabam oficialmente hoje, pq fds ñ conta, a maioria ainda tem mais uma semanina de férias, então ainda dá tempo de acompanhar umas séries novas e curtinhas =)

obs: as sinopses eu peguei do orangotango que é bem útil p/ quem assiste mil séries e nunca sabe qual o próximo epi e quando sai =)



MINISSÉRIE de 13 episódios.

A minissérie de mistério e drama contará a história de 7 estranhos que precisam unir forças por um objetivo em comum: lutar por suas vidas. Todos os sete estranhos foram retirados de suas rotinas e foram parar numa cidade deserta sem nenhuma lembrança de como chegaram lá.
Enquanto são mantidos reféns, eles são vigiados constantemente por onipresentes câmeras de “segurança” e sem a menor ideia de quem ou o quê está por trás delas, e cada tentativa de sair é impedida por circunstâncias imprevisíveis, que parecem derivar de forças misteriosas. A todo momento, esses estranhos que viraram companheiros são ameaçados fisicamente, psicologicamente e emocionalmente.A única opção de sobrevivência é confiar uns nos outros, mas em quem eles podem confiar – em quem está atrás das câmeras ou neles mesmos? Suas decisões terão consequências morais e éticas, enquanto algumas alianças serão forjadas e alguns relacionamentos serão desfeitos.

-> Imagine uma mistura de Big Brother, Jogos Mortais e Lost que você terá Persons Unknown, pelo menos é essa a impressão que eu tenho ao acompanhar a série. Big Brother porque eles são constantemente vigiados e há câmeras em todos os lugares; Jogos Mortais porque eles lutam para sobreviver, as vezes tendo que enfrentar provas que poe em risco o outro (não há carnificina, pelo menos) e Lost porque são estranhos presos num local que ninguém sabe onde é.

A série me parecia ser muito boba, mas eu comecei a ver e gostei muito. A cada episódio você descobre uma coisa e fica imaginando o que está por vir. Por que eles estão presos? Quem está por trás de tudo isso? Qual a conexão entre eles? Parece que é tudo uma grande conspiração, pois até quem não está na cidade-fantasma, encontra-se envolvido também de alguma maneira. Quem gosta desse tipo de enredo, vale a pena conferir ;D E o bom que é ela só tem 13 epis, vc ñ corre o risco de ver, virar fã e não ter um final decente pq foi cancelada (como smp acontece cmg...)...



A história acompanha um grupo de apoio à sobreviventes de tentativas de suicídio. Entre eles estão Lily Champagne (Krysten Ritter, de Gilmore Girls e Breaking Bad), vendedora de maquiagem (emprego que detesta), ela é uma jovem clinicamente depressiva. Sentindo a falta do amor do pai, e não conseguindo se conectar com ninguém, Lily tenta se matar. Mas, no hospital, a ateia testemunha um breve momento de uma visão que lhe dá um novo propósito para sobreviver e recomeçar sua vida.

No grupo de apoio ela conhece Robert Collingsworth (Ivan Sergei, de Jack e-com Jill e Crossing Jordan), um oftalmologista, católico devoto, que há dois anos perdeu a esposa, vítima de câncer. Sentindo a falta da mulher, ele tenta o suicídio; mas, a tentativa não apenas falha, como o transforma em uma celebridade quando as imagens se tornam video cômico na Internet. Ao conhecer Lily, ele começa a se envolver com ela, mas tem dúvidas a respeito da relação: é amor ou dependência emocional?

Os dois são vigiados por Miller (Eric Schaeffer, de Starved), um detetive da polícia nada convencional. Movido às suas próprias regras, ele investiga a tentativa de suicídio de Lily, o que o leva a desenvolver um interesse pessoal e obsessivo por ela. Assim sendo, ele passa a acompanhar a vida da jovem e a se intrometer na relação dela com Robert.

Já Adam (Seth Numrich) é um jovem músico de 17 anos, solitário e infeliz, que vive com os pais extremamente liberais, mas que o sufocam de atenção e amor. Ao entrar para o grupo de apoio, Adam encontra pela primeira vez pessoas com quem ele consegue se conectar.

Ele se torna alvo de interesse de Rachel Hunter (Shawna Rollins), uma ex-modelo que tentou se matar depois que seu agente lhe veio com a proposta de aparecer em um programa especial de TV chamado “Por Onde Andam?”. Tendo sobrevivido, ela passa a trabalhar como Conselheira, oferecendo apoio a outras pessoas como ela. Mas, ainda falta algo em sua vida e enquanto não descobre, Rachel se envolve com homens mais jovens que ela.

Outro membro que frequenta o grupo é Jorge Sanchez (James Martinez), um operário que se comporta como um dos últimos românticos. Mas, sua baixa autoestima o leva a tentar se matar. Conseguido sobreviver, ele vai em busca de seu sonho: se tornar um comediante.

Quem também busca realizar seus sonhos é a dona de casa Carla Glick (Robyn Cohen) uma jovem aparentemente feliz, mas que surpreende a todos ao tentar o suicídio. Agora, ela busca resgatar o tipo de vida que tinha antes, tendo como inspiração os membros do grupo de apoio.

Por fim, temos Doug McFee (Ving Rhames, de Surrogates e The Tournament), ex-jogador de baseball que há muitos anos tentou se matar. Confinado a uma cadeira de rodas, ele agora trabalha como líder do grupo de apoio, se transformando na força que sustenta cada integrante.

-> Originalidade é a palavra-chave que define essa série. Eu pelo menos, nunca vi nada nem parecido que falasse de suicidas tentando reconstruir suas vidas com um humor-negro, que as vezes incomoda. Os mais conservadores vão achar essa série um insulto, mas não é. Ela é diferente e irreverente, e te faz pensar também. Só teve 10 epis e cada final do episódio vc fica com gostinho de quero mais e engata um no outro p/ saber o que vai acontecer, mas infelizmente eu soube que a série já foi cancelada =/ Mas mesmo assim vale a pena conferir os 10 epis que tiveram =)



“Bored to Death” é uma produção da Dakota Picutres, com distribuição da HBO. Foi criada por Jonathan Ames, que será o produtor executivo, e estrelada por Jason Schwartzman. Também no elenco estão Ted Danson, visto recentemente em “Damages”, e Zach Galifianakis, de “Tru Calling”. Além de Kristen Wiig e Parker Posey.

A comédia gira em torno de Jonathan, um escritor de trinta e poucos, alcoólatra, que se torna um detetive particular. Apaixonado pelos romances escrito por Raymond Chandler e Dashiel Hammett, Jonathan tentará resolver os casos à sua maneira, mas sem grandes resultados. A premissa lembra um pouco a série “Dupla Genial” estrelada por Jeff Goldblum nos anos 80.

Já o ator Zach Galifianakis interpreta Ray, um autor de HQ amigo de Jonathan, enquanto que Ted Danson será um editor de uma revista prepotente, mas que serve de mentor para o jovem escritor.

-> O bom das séries da HBO é que elas são mt curtinhas, a 1ª temporada de Bored to Death, por exemplo, só teve 8 episódios. A série é bem bobinha, mas é divertida. Dá p/ passar bem o tempo. O chefe de Jonathan é um sexagenário maconheiro e galinha, que é mt figura e seu amigo Ray (quem viu "Se beber não case", é o gordinho de barba, o mais maluco) fala umas coisas totalmente sem noção, que são engraçadas. Não é nenhuma comédia no calibre de "How I met your mother", mas vale a pena dar uma conferida ;D

*****************************
Fui assistir "Hiperativo" com Paulo Gustavo, quer saber como foi?
;D

Não deixem de comentar!

Fui ver o balé de "Romeu e Julieta" e depois colocarei a "crítica" lá, então fiquem de olho ;D

Havia colocada uma reportagem sobre as faculdades públicas x privadas, mas deu algum erro e a matéria sumiu, a do stand-up tbm tinha sumido mas eu "repostei" hj, depois eu "repostarei" essa reportagem de novo onde alguns leitores me ajudaram sendo meus personagens =)

**************************

Assisti a "Plano B", novo filme da J.LO... É bem divertido, dá p/ dar boas risadas. Recomendo!

Os seriados produzidos pela BBC de "Orgulho e Preconceito" e "Razão e Sensibilidade" (ambas são obras da Jane Austen) que agora saíram em DVD, são excelentes. Bem melhores que os filmes pq são bem mais completos, aos fãs da autora, é imperdível!

O Matthew Macfadyen foi um ótimo Mr Darcy no filme, mas nem se compara ao Colin Firth que ficou simplesmente perfeito nesse papel no seriado ;D

Por hj é só (só nada pq p/ variar falei p/ caramba hahaha)...

Bom fds!

Bjss

5 comentários:

  1. Persons Unknown é legal. Pretty Litle Liars também é legalzinha. Agora detesto Bored to Death!

    ResponderExcluir
  2. Que isssooooo Rafael, Bored to Death é ótima! Mas enfim, gosto é gosto! Sou suspeita pra falar, porque adoro o Jason Schwartzman! E comigo foi o oposto, vi o "gordinho de Se Beber Não Case" e pensei, "olha o Ray!" haha
    Ainda preciso ver Orgulho & Preconceito... ai Colin *-*
    Ah, as matérias estão aparecendo agora hehe
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. É natural que algumas series sigam a trilha de Lost, mas isso não quer dizer que elas não possam ser boas. Esse tipo de serie curtinha tbm sai em DVD? Desculpe a ignorância, mas acho que já perdi a serie (e me interessei em ver Persons Unknown)

    Bjs;

    ResponderExcluir
  4. Vini,

    não sei, depende do sucesso da série. Por exemoplo, tem séries que só saíram as primeiras temporadas e como a venda foi baixa nem vieram as outras p/ cá. Já outras curtas ou não, quando tem boa audiência aqui, eles costumam vender. Vamos ver qual vai ser a recepção da série no Brasil =)

    ResponderExcluir
  5. Bom dessas séries eu só vi Persons Unknown e msm assim só o início neh ahuahuahuah mas dv ser interessante assistir até o final....
    Bored to death dv ser legal tb!
    bjss

    ResponderExcluir