http-equiv=’refresh’ content=’0; Boulevard of Ideas: Filmes

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Filmes

Oiee,

o ano mal começou e já tivemos aquela tragédia em Angra dos Reis, a "imortal" Hebe descobriu que tem câncer, uma favela na zona sul de SP pegou fogo, começou o BBB10 [por mais que critiquem, TODO mundo comentou sobre o programa no 1º dia e vai ser assim até o final], um terremoto matou mais de 100mil no Haiti... esse ano começou com a corda toda, e promete ser bem emocionante nos próximos meses [mas espero que seja emocionante positivamente]até porque já teve desgraça o suficiente na 1ª quinzena p/ ano todo. Mas mudando de assunto, férias = ler mt, ver mt filme e seriado, viajar.. enfim, relaxar. Então vou falar sobre uns filmes que eu assisti recentemente:



Sinopse: Connor Mead (Matthew McConaughey) é um fotógrafo de celebridades que coleciona ex-namoradas. Acreditando que a vida serve apenas para se divertir e namorar, Connor não entende como alguém pode ter um relacionamento duradouro. Quando seu irmão Paul (Breckin Meyer) se casa ele reencontra Jenny Perotti (Jennifer Garner), a única mulher pela qual realmente se envolveu. À noite ele recebe a visita do tio Wayne (Michael Douglas), um playboy dos anos 70, que lhe diz que receberá a visita dos fantasmas de três ex-namoradas. Através delas Connor percebe as falhas de seus relacionamentos anteriores.

->Matthew McConaughey, p/ variar, faz papel de garanhão. Ainda não assisti nenhum filme dele em que ele interprete algo diferente disso, talvez seja porque ele o interprete muito bem e faça com que os telespectadores criem uma simpatia pelo cafajeste que no fim sempre demonstra ser um romântico fofo. Seja como for, essa é mais uma comédia boa p/ passar o tempo e que dá p/ rir. Michael Douglas no papel do tio fantasma garanhão ficou muito bom. P/ quem curte filme água com açúcar que nem eu, vale a pena ;D



Sinopse: Jovem descobre que pode viajar no tempo, atuando nos fatos do passado para modificar o futuro. Ele usa esse dom para impedir que sua namorada seja assassinada e, como conseqüência, acaba desencadeando uma cadeia que o coloca em contato com um perigoso serial killer.

->P/ que que insistem em fazer continuação? Como já não bastasse ter o 2, fizeram o 3 e espero que não façam mais nenhuma, eu assisto de teimosa e curiosa mesmo. "Efeito Borboleta" é um dos meus filmes preferidos. Eu achei mt interessante o 1º, e o final eu achei que não poderia ter sido mais perfeito. Mas o 2 e o 3 foram outras histórias com outros personagens. Ficou algo desconexo com atores ex-participantes de seriados (a protagonista do 2º foi a Louis Lane de Smallville, e o do 3º foi o Luke de The O.C, esqueci o nome deles xD), nada contra, mas eu achei ambos inexpressivos. Dá p/ ver o filme, dá. Até prende a atenção em um momentos, mas não tem como comparar com o 1º e eu gostaria de pensar nesses filmes não como continuações, pq ñ são, mas como filmes medíocres com o mesmo nome apenas.



Sinopse: Sandra Bullock interpreta Margaret Tate, uma imigrante canadense que cria um clima difícil e complicado entre seus subordinados no escritório em que trabalha. Quando chega a notícia que ela está prestes a ser deportada para seu país, Margaret apressa-se em conseguir um casamento de conveniência com seu jovem assistente Andrew Paxton (Ryan Reynolds) para impedir que tal calamidade ocorra.

->Adorei esse filme. Como eu já falei e vocês já notaram, eu adoro comédias românticas, e assisto todas que posso. São os tipos de filme leve que deixam a gente até bem-humorada depois de assistí-los, enfim não são todos que me agradam tanto, e eu nem estava botando muita fé nesse, mas ao invés de ser só mais um filme sobre uma jornalista/editora bem sucedida que fica com o cara bonitão no final, esse filme me fez rir numas cenas. Rir mesmo. Qnd vi a capa do filme, pensei "Sandra Bullock e Ryan Reynolds? Não devem ter química nenhuma" e eles provaram justamente ser um casal bem legal e divertido nas telonas, então p/ quem curte o gênero, assista!



Sinopse: Georgia (Nia Vardalos) é uma americana de origem grega que trabalha como guia turística justamente... na Grécia. Sua vida é extremamente entediante e ela vive sempre cansada, pois os turistas parecem curtir mais as compras do que aprender alguma coisa sobre a Grécia. Hotéis baratos, ônibus velho, calor infernal e turistas "engraçadinhos" tornaram Georgia uma mulher frustrada. Até o dia em que Irv Gordon (Richard Dreyfuss) aparece. Com seu senso de humor ele tenta mostrar todas as possibilidades de viver bem, ser feliz e não perder a chance de ter um grande amor, enfim, recuperar seu kefi, como dizem os gregos. Agora cabe a Georgia parar de reclamar e perceber que tudo isso sempre esteve bem embaixo do seu nariz.

->Sim, mais uma comédia romântica ( e a última por hj). O melhor do filme? A paisagem. Eu sempre tive uma certa fascinação pela Grécia, e esse filme só aumentou minha vontade de ir lá. Além de ser divertido e tal, vou fazer um comentário bem "girlie": "O cara do filme é um espetáculo!!!" (google Alexis Georgoulis). Ou seja, além de ser um bom filme, com a paisagem maravilhosa, ainda tem um cara lindo [p/s meninas] e grego [ñ um ator americano as usual]. Recomendo ;D



Sinopse: Sherlock Holmes ficou conhecido por descobrir a verdade sobre os mais complexos mistérios. Com a ajuda do Dr. John Watson, seu leal aliado, o renomado “detetive conselheiro”, é singular em sua busca por criminosos de toda e qualquer estirpe, seja confiando apenas em seus afiados poderes de observação, em suas notáveis habilidades dedutivas, ou pela força de seus punhos. Mas agora uma tempestade está se armando sobre Londres, uma ameaça diferente de todas já enfrentadas por Holmes – e é exatamente o desafio que ele está procurando. Depois de uma série de assassinatos violentos ligados a rituais, Holmes e Watson chegam a tempo de salvar a última vítima e acabam descobrindo o assassino: o impenitente Lorde Blackwood. À medida que a data de seu enforcamento se aproxima, Blackwood – que aterrorizou os colegas de presídio com sua aparente conexão com forças malignas e poderosas – alerta Holmes e Watson de que a morte não será seu fim e que, na verdade, a execução está prevista nos planos de Blackwood. E quando, depois de todas as indicações, Blackwood cumpre a promessa, sua aparente ressurreição espalha o pânico por Londres e confunde a Scotland Yard. No entanto, para Sherlock Holmes, "o jogo está apenas começando".

->Leu os livros? Ótimo, então não caia no erro de comparar com o filme, porque isso é sempre frustrante e não tem como comparar. Digamos que eles aproveitaram algumas coisas do livro (como o nome dos personagens) e fizeram um filme bem diferente. Esse Sherlock é um cara musculoso, que luta, é duro de matar e é "engraçadinho". O Watson é um cara jovem, bonito e que também luta. O início do filme me pareceu uma adaptação de um livro do Dan Brown, e uma outra cena me lembrou uma outra cena (eiita que confuso) só que de Jogos Mortais IV [a cena do porco, quem viu vai entender]. É legal? É.. dá p/ ver na boa, dá até p/ rir, mas se você achar que conhece o Sherlock pq viu o filme, for God's sake, vá ler o livro e depois me conte o que você achou ;D

Por hoje é só,

Bom fds ;D

bjsss

2 comentários:

  1. Eu também adoro comédias românticas, mas ultimamente tenho evitado ver, porque são sempre mais do mesmo. As últimas que gostei foram (500) Dias Com Ela e Ele Não Está Tão A Fim de Você, porque são mais realistas. O McConaughey costuma fazer o mesmo tipo de personagem mesmo, mas ele está diferente em Somos Marshall, alugue qualquer dia...
    Essa da Mia Vardalos não vejo, porque acho até que será previsível! Efeito Borboleta eu gostei do primeiro (na época, hoje não sei se gostaria), e me recusei a ver as sequências, porque todo mundo falou muuuito mal do 2!
    A Proposta eu lembro que fui ver no cinema em Juiz de Fora porque não tinha nada melhor - era 17 Outra Vez ou A Era do Gelo 3 dublado em português - e acabei me surpreendendo! Acho que a Sandra Bullock tá hilária! Aquela cena do banho foi muuuito engraçada!
    Quanto ao Sherlock, fui ver segunda-feira, e pra ser sincera, esperava mais. Fiquei um pouco desanimada com o trailer (passaram dublado antes de Avatar, que horror!), mas fui porque adoro os filmes do Guy Ritchie. A única coisa que valeu a pena pra mim foi o Downey, é claro. Ele tem um humor muito gostoso. Mas achei muuito efeito pra um filme de época, não combina! Tipo aquela cena da luta de boxe, aquele jogo de câmeras, sei lá. É o estilo de Guy Rithcie, mas para um filme de época ficou muito exagerado.
    Que 2010 possa trazer muitos filmes ótimos!!
    Beijos!

    www.floresnajanela.com

    PS: libera os comentários pra nome/url? eu nem uso minha conta do google pra blog hehe

    ResponderExcluir
  2. Pois eh pelo visto 2010 vai ser um ano mt movimentado, mas tb espero q seja em coisas boas....
    desses filmes eu naum vi " Efeito Borboleta 3", depois de ver o 2 naum fikei mais com vontade de ver os proximos ahuahuah apesar d ter gostado mt do 1.
    "Minhas adoráveis ex-namoradas" eh um filme engraçadinho e bonitinho, eu gostei.
    "A Proposta" eh mt bom, tb me surpreendi com a atuação dos 2, ficou mt legal e engraçado.
    "Falando Grego" eh otimo pelo cenario e pelo cara do filme, q soh agora lendo seu blog descobri o nome auhauhauah mas q eh lindo!
    Jah "Sherlock Holmes" foi meio decepcionante, sempre gostei dos livros e achava interessante pela inteligencia do Sherlock e nunca pela sua agilidade e força(que só existem no filme) huahauah mas enfim dah pra ver, tipico filme sessao da tarde ahuahuah mas realmente pra qum leu algum livro eh bem diferente.
    Suas criticas d filmes estao como sempre otimas!!

    bjuss

    ResponderExcluir